CAPSAICINÓIDES

Tanto quanto sem ar morremos, assim que vejo uma D/s… 
Quando não há mais calor, 
Quando não ha mais suor,
Quando não mais a sudorese consome seu olhar atento sequioso, 
Quando não ha mais porvir, então findou-se oque nunca houve,
Pois…..
Quem quer arde,
Quem quer transpira,
Quem quer queima,
Quem quer supera,
Quem quer quer o outro e não os outros, 
Quem quer, sonha com somente um, e não olha o que há ao redor, pois o que quer, está alí,
Expectativas geram decepções, decepções geram….. nada que se possa admirar.
Um olhar uma luz, que sejam um…..
Que ao falar, suas vozes se confundam….
Que ao andar, seus trejeitos sejam a sombra um do outro…..
Que consigam e sempre persigam, manter o outro sempre sorrindo….. 
Que a alegria de estarem juntos seja apenas menor, que a alegria de se reverem todos os dias……
Que se dane a utopia….
Que….
Que nada….
Que o sibilar do chicote, seja a musica que embala suas baladas…..
Que a parafina seja o unguento de amores sem pudores…..
Que ela sempre seja nova……
Que ele jamais se repita…….
Que quem quer, que queira o que o outro quer….. sempre……..
Que queimem as barreiras
Que queimem as muralhas
Que queimem os rancores
Que….
Que nada…..
Afinal….
Numa D/s……
Que se queimem……
De amores…….