Por Master Christian Sword of GOR <christiansword@gmail.com>

 

A Filosofia Goreana é baseada em três princípios, a saber:

 

  1. O princípio da Honra;
  2. O princípio do Orgulho;
  3. O princípio dos papéis naturais;

 

que são extensivamente discutidos em vários artigos (entre eles aqui).

 

Existe, entretanto, um outro princípio anterior a todos eles que quase nunca é discutido.

As razões são duas. A primeira é que esse princípio não só não é exclusivo da Filosofia Goreana como é adotado, em diversas formas por uma quantidade enorme de pensadores em diversas áreas como filosofia, economia, política, evolucionismo, entre outras.

A segunda razão desse silêncio é o fato de esse princípio ser tão básico e tão geral que é habitualmente omitido por ser visto com auto evidente.

Por esse motivo os Goreanos de Alkania denominam esse princípio de:

 

O princípio ZERO da Filosofia Goreana.

Ou

O princípio da Liberdade

 

O princípio da liberdade, aplicado ao Estilo de Vida Goreano, pode ser entendido assim:

0.1. Todos os seres humanos adultos e mentalmente capazes são donos da própria vida.

0.2. Todos os seres humanos adultos e mentalmente capazes são donos dos próprios corpo, tempo e todos os recursos associados e obtidos a partir da própria vida.

0.3. Todos os seres humanos adultos e mentalmente capazes têm o direito e a obrigação de escolherem os seus próprios caminhos.

0.4. Todos os seres humanos adultos e mentalmente capazes têm a obrigação de arcar individualmente com as consequências das suas próprias escolhas.

0.5. Todos os seres humanos têm a obrigação de respeitar os direitos alheios até o ponto que esse direito não invada o seu espaço pessoal, isso é, que não interfira no seu próprio direito sobre a sua vida.  

 

Pode parecer contraditório, para que olha com um olhar ingênuo, que uma filosofia de vida que vive relações de Dominação e submissão creia nos princípios acima, isso não se dá pelo seguinte:

  • Quem tem o direito de escolher os seus próprios caminhos tem o direito de ceder a sua própria liberdade a quem quiser, por quanto tempo desejar.
  • Uma vez que a cessão da sua própria liberdade pode ser retirada a qualquer tempo ceder a sua liberdade não implica em perder a posse da própria vida nem dos recursos associados a ela ou obtidos a partir dela.
  • As inevitáveis consequências de se viver uma relação intensa como é uma relação de Dominação e submissão são parte integrante da própria experiência desse tipo de relacionamento, elas afetam tanto Dominador (Master) como submissa (kajira) de formas diferentes mas não menos intensas.

 

Outro mito sobre a Filosofia Goreana e o Estilo de Vida Goreano que parece contradizer o princípio da liberdade é o mito que afirma que os Goreanos seja machistas ou preconceituosos de alguma forma. Na verdade os Goreanos acreditam na liberdade e no respeito às escolhas individuais de forma muito radical.

Um Goreano tende a respeitar todo indivíduo que faça as suas escolhas de forma clara e assuma as consequências dessas escolhas com a responsabilidade de um adulto mentalmente capaz, mesmo quando essas escolhas sejam diametralmente opostas a aquelas que ele mesmo faz para si.

 

Pode ser que você escolha não conviver com um Goreano, pode ser que um Goreano escolha não conviver com você. Mas saiba que ele vai sim respeitar as suas escolhas até o ponto que estas não interfiram do direito à liberdade de outros.

 

São Paulo, 22 de Agosto de 2017